Tipos de cirurgia do coração: conheça as mais comuns

Você sabia que há vários tipos de cirurgia do coração? Por se tratar de um órgão complexo e cheio de estruturas, mais de uma doença pode acometê-lo. Sendo assim, diferentes procedimentos cirúrgicos são feitos a fim de resgatar o bom funcionamento do órgão. Portanto, se você quer aprender mais sobre esse assunto, não deixe de conferir os próximos tópicos!

O coração não é o maior órgão do corpo humano, contudo, com certeza ele é um dos mais complexos, uma vez que ele é essencial para a vitalidade do ser humano. E é por esses e outros motivos que há vários tipos de cirurgia do coração. Então, se você quer entender mais sobre esse assunto, não deixe de conferir esta matéria.

Quais doenças acometem o coração?

Para entender sobre os tipos de cirurgia do coração, é interessante que você saiba quais são as doenças que acometem esse órgão. Problemas que cogitam a cirurgia. 

Sendo assim, para entender melhor sobre os tipos de cirurgia do coração, torna-se essencial conhecer algumas das doenças que o coração pode desenvolver. Portanto, nos próximos tópicos, iremos falar um pouco sobre as principais.

Doença congênita

As doenças congênitas são aquelas que estão presentes na vida de uma pessoa desde o nascimento. Ou seja, são problemas que se desenvolvem no embrião. A maioria dessas doenças afetam o fluxo sanguíneo e, infelizmente, é mais comum do que você imagina.

De acordo com alguns estudos, a cada 1.000 recém-nascidos, 10 deles nascem com algum problema. No entanto, esses defeitos ou má formação variam entre leves e graves. 

Doença degenerativa

Esse é um dos tipos de cirurgia do coração mais comum, em especial quando se fala da cirurgia da válvula mitral do coração, que é a mais acometida por alguma degeneração. Isso ocorre porque, com o tempo, as fixações da válvula podem se romper, fazendo com que elas fiquem mais maleáveis.

Calcificação

Ou seja, é quando uma válvula adquire um acúmulo de cálcio e, na grande maioria dos casos, isso acontece devido ao envelhecimento. Ou seja, é um problema “natural” que pode se desenvolver em algumas pessoas, em especial aquelas que possuem alguma predisposição.

Quando isso acontece, a valva tende a desenvolver estenose, que é quando ela se torna mais estreita, dificultando o fluxo sanguíneo. E, à medida que o problema se agrava, a pessoa pode sentir dores no peito, falta de ar e desmaios.

Endocardite

Nada mais é que um tipo de infecção bacteriana, que pode afetar todas as válvulas do coração. No entanto, dentre todos os tipos de cirurgia de válvula no coração, a valva mitral é a que mais pode sofrer deste tipo de infecção.

Quais são os tipos de cirurgia do coração?

Já falamos sobre as principais doenças que podem fazer o coração ficar debilitado. E, para cada problema, indica-se uma intervenção específica. Sendo assim, para que você saiba quais são os tipos de cirurgia do coração, é só conferir os próximos parágrafos.

Ponte de safena

De todos os tipos de cirurgia do coração, com certeza essa é uma das mais conhecidas. A ponte de safena é um procedimento que procura por um novo caminho para a circulação do sangue. Por isso, ela é uma opção para evitar ou tratar um infarto, por exemplo.

Ademais, esse tipo de intervenção evita que o coração fique sem oxigenação, e é realizada para problemas causados por alguma doença na artéria coronária. O nome “safena” ocorre porque é o nome da artéria onde se faz o novo caminho para circulação do sangue.

Safena é uma veia que se estende do calcanhar até a virilha, em ambos os membros inferiores. Nesse caso, o médico pode retirar uma parte da veia safena e costurar no local onde há obstrução, por exemplo.

Marcapasso

O marcapasso também é um dos tipos de cirurgia do coração bem conhecidas e, nesse caso, ela é usada para regular a atividade cardíaca do paciente. Insere-se esse dispositivo no paciente para que ele funcione da seguinte maneira:

Monitorar a atividade cardíaca e, quando o coração não pulsar da forma adequada, o dispositivo libera um impulso elétrico, o qual leva à contração do músculo cardíaco. Indicada para indicada tanto para tratar arritmia quanto para regular um batimento cardíaco menor.

Cirurgia de valva

O coração possui quatro valvas, as quais são responsáveis pelo fluxo sanguíneo de todo o corpo. No entanto, devido algum mau funcionamento, o paciente pode precisar passar por esse tipo de cirurgia cardíaca.

No entanto, a cirurgia pode servir tanto para trocar, quanto para reparar alguma das válvulas. Isso vai depender da situação de cada um e como o médico julgar necessário. Esse também é um dos tipos de cirurgia do coração mais comuns, em especial porque a valva mitral pode ser mais facilmente acometida por alguns problemas.

Cirurgia menos invasivas

De todos os tipos de cirurgia do coração, com certeza essa é a menos conhecida. E isso acontece porque apenas em alguns casos é que se requer esse tipo. Na grande maioria dos casos, a troca de válvula aórtica é feita através desse procedimento.

Nesse tipo de cirurgia, a técnica é feita através de uma mini incisão de aproximadamente 8cm, na região central do tórax. Não é preciso o uso de câmera, como alguns podem imaginar. No entanto, a duração é a mesma das cirurgias abertas, que são de 2 horas e meia a 3 horas.

Angioplastia

Essa é uma cirurgia que visa desobstruir a passagem da artéria coronária, bem semelhante a ponte de safena. Contudo, esse tipo de cirurgia no coração é mais simples e, mesmo que seja eficaz, não é definitivo, uma vez que os pacientes podem ter que passar por esse procedimento outras vezes.

Cirurgia do coração onde se é feito uma obstrução pequena. O intuito desse processo é alargar a artéria, através do cateter. Ao fazer isso, o vaso tende a ficar desobstruído e o fluxo sanguíneo volta a ser como era antes.

Contudo, como há essa expansão da artéria devido ao cateter, o local pode ser machucado, o que pode ocasionar sangramento. Mas todos esses detalhes são explicados ao paciente antes que a cirurgia seja feita.

Dicas também no Portal Útil